Resenha: Peça-me o que quiser- Megan Maxwell

peça 1

Imaginem um livro que esta dando o que falar…

Peça-me o que quiser, da autora Megan Maxwell se mostra um tanto inovador nessa fase de tantos livros adultos BDSM. Nele encontramos uma trama muito, muito sexy, e um casal nada convencional.

A protagonista é Judith, uma espanhola que trabalha em uma grande empresa e que de repente se vê envolvida com o seu chefe alemão. Eric é lindo, tem os olhos azuis mais profundos, e um corpo de dar inveja a qualquer um. O único problema é que ele é um tremendo idiota! Grosseiro, estúpido, e galinha ele fica atraído por Jud e vai tentar submete-la aos seus caprichos e estranhos jogos sexuais.

Entre encontros e desencontros, Eric propõe a Jud desvendar um novo mundo a ela, repleto de orgias, casas de swing e muito luxo. Enquanto eles percorrem a Espanha a trabalho, Jud se encontra cada vez mais atraída por esse novo mundo e seu novo chefe, assim como Eric cada vez resiste menos ao lado divertido da vida que Jud o proporciona. Mas sendo de mundos tão distantes, tanto geograficamente quanto socialmente, será que o amor basta?

♥♥♥

Uns amam, outros odeiam… É bem por aí as criticas que vi desse livro.

Jud é uma protagonista cheia de vida, engraçada, corajosa e cativante . Ela se apaixona por um cara que tem uma vida com hábitos e relações completamente diferentes da sua, e passando por poucas e boas, topa qualquer coisa para estar do lado dele. Indecisa, Jud não sabe se curte o momento e se deixa levar pelo prazer ou se deixa seus tabus e ciúmes falarem mais alto. Mas o que me irritou muitas vezes foi ela ser tão capacho de Eric! O tempo todo ele era um safado egocêntrico e ela não conseguia ter pulso firme e dizer não!

Foi difícil me apaixonar por Eric. Ele não é aquele mocinho tradicional; trai, é grosseiro, autoritário e gosta de oferecer sua mulher para outras pessoas. Mas de uma certa forma, você percebe que esse é o modo que ele decidiu viver e desde o começo deixa Jud ciente que não vai mudar. Ele acaba a amando do seu jeito, e ela acaba ficando satisfeita com seu novo estilo de vida. Mas nem tudo é tão fácil. Eles brigam praticamente o livro inteiro, por tudo e qualquer coisa!! Chega a cansar!

O texto é escrito em 1ª pessoa, bem direto e com cenas fortes de sexo e Voyeurismo. Foi uma história que me deixou bem confusa, não gostei da falta de romance, das brigam intensas e cansativas do casal, e nem das canalhices do “mocinho” (não digo pelo swing em si, mas pelo fato de que quando eles não estavam nesses lugares, ele se envolvia com várias mulheres já estando com ela). Mas ao mesmo tempo achei o tema interessante, diferente do que tinha lido por aí. Não foi nem de longe um dos melhores livros que eu já li desse gênero, mas contudo, não consegui parar de ler! A curiosidade para saber o que aconteceria com o casal, fez com que eu terminasse a leitura bem rapidinho.

Eu indico o livro para pessoas que gostem de romances adultos bem mais apimentado e obsceno que o normal. É um uma história diferente, sem prejulgamento, com personagens pouco convencionais. Eu recomendo, a menos que você esteja esperando por um romance á la 50 tons, ou uma história inspiradora… Aí por favor, passe longe!rs

Boa leitura! 😉

Anúncios

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 178 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: