Resenha: A rosa do inverno- Patricia Cabot

A-Rosa-do-Inverno_2012-07-03_16-10-34_0

Sinopse: Acostumado a conseguir qualquer mulher, Lord Edward Rawlings enlouquece com a sensualidade de Pegeen, que estava longe de ser a tia solteirona que ele havia imaginado. Mas Pegeen não está disposta a fazer mais concessões além de mudar-se, pelo bem de seu sobrinho, para a mansão dos Rawlings na Inglaterra. No entanto, ao chegar lá, ela logo percebe o risco que corre. Sempre movida pela razão, Pegeen sente que dessa vez seu coração está tomando as rédeas. Ela pode resistir ao dinheiro e ao status, mas conseguirá resistir a Edward?
A Rosa do Inverno é um romance leve, com boa dose de romantismo, forte aroma de sensualidade e uma pitada de suspense. Fala de paixão arrebatadora e indevida, de destino e escolha. Mas, sobretudo, é uma história que acende o debate sobre a condição feminina, o papel, os desejos, os temores da mulher. Ao confrontar o instinto de se entregar a um homem e a decisão de manter a independência, a Patricia Cabot faz do livro um espelho dos dilemas femininos.

♥♥♥♥

Minha opinião: A Rosa do Inverno, é um livro de Meg Cabot, que escreve sob o pseudônimo de Patrícia Cabot, romances históricos. Ao estilo “água com açúcar” a história é um romance leve, com uma leve pitada de sensualidade. É a história de uma mulher extremamente feminista, de ideias firmes, que se apaixona por um filho de Duque encostado e mulherengo, que esta acostumado a ter todas as mulheres aos seus pés. Ele por sua vez também ficará encantado pela mulher de tanta atitude. Mas sem saber como lidar com seus sentimentos, eles vão brigar feito cão e gato, e esconder o que sentem um pelo outro. Tem um pequeno suspense envolvido na trama, mas nada que fosse muito surpreendente.

Tinha grandes expectativas para esse livro e me decepcionei um pouco. A mocinha, que era pra ser aquela mulher valente, corajosa, se tornou uma protagonista chata e teimosa! E a todo momento a história fica em uma enrolação enorme sobre o casal! Já o mocinho era o tipo de galã perfeito: lindo, valente e com uma pequena dose de rebeldia. Com tiradas rápidas e ácidas, o livro começou a mostrar a grande característica da autora que eu adoro! Mas para mim isso não foi o suficiente!

Sem dúvidas, é um livro bem escrito. As únicas coisas que me deixaram um pouquinho frustrada foi o relacionamento deles de vai e vem, e a mocinha que por ter ideias tão fortes, muitas vezes se tornava chata. Vi muitas pessoas apaixonadas pelo livro e pela protagonista, então acho que eu sou uma das poucas que não ficou tão animada com a história.

Mas para quem gosta de romances leves e de época eu indico sim! Afinal, estamos falando de Meg Cabot!!! 🙂

Boa leitura!!!

Anúncios

Resenha: Amante e nada mais- India Grey

 

11

Sinopse: O perigosamente belo Olivier Moreau tem tudo: poder, dinheiro e uma infinidade de mulheres aquecendo sua cama. Mas há uma coisa pela qual anseia: sua vingança contra a família Lawrence! E que vingança melhor do que seduzir a inexperiente Bella Lawrence… e deixá-la de lado quando estivesse saciado? Olho por olho, coração por coração. Contudo, quando a fria vingança se torna uma ardente paixão, Olivier percebe que não conseguirá deixá-la. Bella permanecerá exatamente onde ele quer: em seus lençóis!

♥♥♥♥

Minha opinião: Encontrei esse livro por acaso e fiquei bastante curiosa pela sinopse. Vingança, amor proibido e todo aquele clichê que eu adoro me chamaram a atenção e decidi ler.

Amante e nada mais é um romance bem presumível, com alguns toques mais quentes sem ser vulgar. A protagonista Bella é aquela mocinha indefesa, delicada, que vive em função do que a família acha certo para sua vida. Já Olivier é um homem bonito, sedutor, frio, em busca de vingança pelo mal que a família de Bella causou a sua muitos anos atrás.

No começo estava até gostando do livro. Mas depois percebi como a ideia da história podia até ser boa, mas foi mal construida. Os protagonistas não agradam, a história não comove! E tudo se passa rápido demais; em uma momento Olivier se mostra um cara horrível e Bella fica muito decepcionada. E no outro, basta um desculpe-me para tudo se resolver! Sem contar outros personagens que no decorrer do livro somem e só aparecem no final. O desfecho da história é péssimo! Não por ser surpreendente demais, mas por ser fraco e corrido.

Olha eu adoro romances clichês que você até sabe o final da história e mesmo assim se apaixona. Mas realmente eu acho que o problema desse livro foi a falta de criatividade da autora, e falta de nexo em algumas partes.

Esse foi o primeiro livro que li da India Grey. Não foi uma experiência muito boa, mas como sei que ela escreveu outros romances, vou dar uma segunda chance e ler Anjo Secreto, que é o segundo livro da história Amor na Grécia, Paixão em Paris. O primeiro é Amante e nada mais.

Bom gente, esse eu não indico. Deixou a desejar!!

Procurando desesperadamente por um livro bom e viciante de verdade!!! Alguma sugestão?!rs

Bjokas

 

Resenha: Helena- Machado de Assis

 

resumo-do-livro-helena

Páginas: 166

Edição: 1

Editora: Martin Claret

Sinopse: Filha bastarda do conselheiro Vale, a jovem e bela Helena é reconhecida por ele em testamento e passa a viver na mansão da família. Só então conhece Estácio, apresentado a ela como seu irmão. Mas entre eles despertou o amor. E agora?

♥♥♥♥

Este é um daqueles livros que te deixa curioso para saber o que ocorrerá no próximo capitulo. Não chega a ser também uma história extraordinária, mas por isso mesmo foi que eu gostei, por ser um romance típico da época, simples e ao mesmo tempo imprevisível!

Helena é filha bastarda do conselheiro do Vale, um homem com muito dinheiro e moral em sua cidade. Ela mora em um colégio interno e não conhece seu meio irmão Estácio. Até o dia que seu pai morre, e uma das cláusulas de seu testamento, é que ela vá morar na mansão da família, e seja declarada como filha, e aceita por todos.

Estácio fica surpreendido, assim como sua tia, esta com um desagrado maior. Mas ele acaba aceitando de bom grado fazer a vontade de seu pai e tornar aquela garota parte de sua vida.

Não demora muito para Helena conquistar a todos com sua simpatia, força e juventude selvagem. E dentro de poucos meses começa a ser indispensável para todos dali. O que ela não imaginava era sentir pelo seu irmão um amor proibido e pecaminoso. E Estácio se sente da mesma forma, mesmo de início não sabendo explicar seus sentimentos.

Além do impedimento deles serem irmãos, Estácio esta de casamento marcado. E seu melhor amigo começa a nutrir sentimentos por sua irmã. Como se não bastasse, ele desconfia que Helena esta escondendo alguma coisa muito grave e que a deixa constantemente infeliz.

♥♥♥♥

É um livro realmente controverso pela época. Imaginem vocês em 1850 um pai que no seu testamento pede para a família assumir sua filha fora do casamento, um irmão que se apaixona pela irmã, casamentos por interesses, e por aí vai…

Com poucos diálogos, e um grande dom de descrever cada personagem, nos mínimos detalhes, Machado de Assis faz de Helena uma leitura cativante.

No começo da leitura, pensei que já era nítido o final para aquele romance. E me enganei fortemente!!! O final é fraco, mas inusitado, melancólico e cheio de tragédia!! Um romance com uma boa dose de drama!

Acho que todo mundo algum dia deveria ler Machado de Assis! E nada melhor do que começar com Helena, um livro da fase romântica do autor. Conhecido mais por seus romances realistas.

Enfim, adorei! Indico demais!

Resenha: Procura-se um Marido- Carina Rissi

Procura-se-um-marido

Páginas: 474

Volume: 1

Editora: Verus

Sinopse: Alicia sabe curtir a vida. Já viajou o mundo, é inconsequente, adora uma balada e é louca pelo avô, um rico empresário, dono de um patrimônio incalculável e sua única família. Após a morte do avô, ela vê sua vida ruir com a abertura do testamento. Vô Narciso a excluiu da herança, alegando que a neta não tem maturidade suficiente para assumir seu império – a não ser, é claro, que esteja devidamente casada. Alicia se recusa a casar, está muito bem solteira e assim pretende permanecer. Então, decide burlar o testamento com um plano maluco e audacioso, colocando um anúncio no jornal em busca de um marido de aluguel. Diversos candidatos respondem ao anúncio, mas apenas um deles será capaz de fazer o coração de Alicia bater mais rápido, transformando sua vida de maneiras que ela jamais imaginou. Cheio de humor, aventura, paixão e emoções intensas, Procura-se um marido vai fisgar você até a última linha.

♥♥♥♥

Depois de ler Perdida, e me apaixonar pela história e como ela foi contada fiquei curiosa sobre outros livros da Carina Rissi. Imaginei que não iria me decepcionar, e foi exatamente isso que aconteceu!

Procura-se um Marido conta a história de Alicia, uma jovem inconsequente que adora curtir a vida e se meter em confusões. Ela é neta de um milionário e mora com ele em sua mansão. Vovô Narciso é mais como um pai/mãe para Alicia, já que perdeu os pais muito novinha, e vive com seu avô desde então.

Mas quando seu avô morre, ela tem uma desagradável surpresa. As coisas não poderiam ficar piores?? Poderiam!!

Alicia descobre que não esta como herdeira de seu avô, e que agora terá um tutor. Além de não ter mais dinheiro, ela terá que trabalhar para se sustentar.

E a clausula para obter seus bens novamente é casar-se! O que ela nunca quis para si mesma.

Como nunca teve que viver uma vida de “pobre” Alicia se vê completamente perdida e em um impulso louco, coloca um anuncio no jornal contratando um marido de aluguel.

Mas o que ela não imaginaria ela se apaixonar por seu falso marido, e é aí que o livro fica realmente fascinante e engraçado!

E o mais surpreendente é que Alicia começa a receber cartas de seu avô, e ter sonhos bem reais com ele!

Mesmo longe, ele estará sempre presente!

♥♥♥♥

Posso dizer que sou fã da Carina Rissi. Os livros dela são ótimos!!!

Todos com aquela pegada clichê de romance, e divertidíssimos! Ri alto com esse livro, me diverti bastante!

É uma leitura um pouco clichê porque sabemos o que vai acontecer. Imaginamos o meio e fim da história. Mas isso para por aí.

Quando as cartas que seu avô escreveu enquanto vivo começam a chegar, é muito emocionante e deixa a história bem mais sensível! Além dos constantes conselhos em sonhos que Alicia recebe do avô.

A autora é perspicaz e acaba nos envolvendo e fazendo torcer pela protagonista. Mas de forma alguma é um livro chato, que não te deixa curiosa pelo rumo da história.

E já percebi como a Carina adora protagonistas fortes, e nada perfeitas. E eu adorooo isso!!! Tenho pavor daquelas mocinhas chatas e inocentes demais! E você certamente não verá isso por aqui.

Alicia me irritou profundamente no começo, por ser mimada, egoísta… Mas depois ela vai mudando e mostrando que não é mais aquela garota desmiolada.

O romance entre o casal foi gostoso. Mas nada que eu me descabelasse também! Gostei do Max, mas não foi o meu “mocinho” preferido. Ainda continuo achando o romance e a história de Perdida muito mais envolvente. Gostei mais!

Mas de maneira alguma Procura-se um Marido fica abaixo das expectativas.

Se você procura um romance leve, sensível, engraçado e com um clichêzinho esse é o ideal!

Espero que gostem! Boa leitura! 😉

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 178 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: