Resenha: Falsa Submissão – Laura Reese

falsa-submissão

Sinopse: Chicotes, roupas justas de vinil negro, correntes, um cachorro dinamarquês. O prazer bizarro do sadomazoquismo não fazia muito sentido para Nora Tibbs, jornalista duma cidadezinha da Califórnia. Isto até o brutal assassinato da irmã. Obcecada pela ideia de encontrar o criminoso, Nora se deixa conduzir pelo misterioso M. por um mundo de jogos eróticos perversos, sem regras ou limites, descobrindo os desejos mais primitivos e sensações antes inimagináveis. Atraída pelo magnetismo excêntrico de M., ela só não desconfia que a morte acompanha seus passos e pode até estar ao seu lado, na cama.

Falsa Submissão definitivamente é um livro de BDSM (Bondage, Disciplina, Dominação, Submissão, Sadismo e Masoquimo). Se você está a procura de uma história de amor, ele passa longe disso. Estando mais para suspense policial erótico. Ele foi lançado em 1996. Mas depois do sucesso de cinquenta tons de cinza, foi relançado.

Nora Tibbs é uma jornalista e vive sua vida na Califórnia. Mas quando sua irmã é assassinada, ela fica obcecada em descobrir quem a matou e o que de fato aconteceu. E depois de achar o diário de Franny e descobrir que ela tinha um relacionamento sadomasoquista e doentiu com o professor M, Nora tem quase certeza de que ele é o verdadeiro assassino. E vai em busca de respostas.

Mas para ter essas respostas, Nora terá que pagar um grande preço. Que é se envolver com M também! E é aí que a história começa…

Bom gente, esse é o livro mais diferente, forte, pesado e em muitas vezes nojento que já li! Como uma boa romântica que sou sempre gostando de histórias de amor ( por mais picantes que sejam ) nao gostei do livro!

Não entendi muito com uma pessoa pode se envolver com um homem que tem quase certeza que assassinou sua irmã!!!! E os protagonistas não são cativantes!! Nora é muitas vezes chata e totalmente louca para aceitar certas coisas. E M não te ganha no livro. Por mais que ele seja um “bad boy” por assim dizer, não tem nenhum atrativo se tornando cansativo.

O livro contém cenas de mumificação, chicotes, varas, e zoofilia. E isso foi o que mais me desgostou! Tirando isso ele é bem escrito, muito bem explicado.

Eu indico ele para quem quer conhecer um pouco do mundo de BDSM, nao curti romances, e esta totalmente livre de pré-conceitos!!! Demorei um tempinho para ler, e de verdade não me agradou. Mas aí vai de gosto não é mesmo?!

E falando em livros eróticos e BDSM tenho uma queixa;

Por que agora todos os livros eróticos tem que ter sadomasoquismo??? Existem infinitas coisas que se podem falar, histórias diferentes para serem contadas!!! Então estou torcendo para achar um livro diferente nesse aspecto!

Anúncios

Resenha: Toda Sua – Sylvia Day

toda-sua

Sinopse: Eva Tramell tem 24 anos e acaba de conseguir um emprego em uma das maiores agências de publicidade dos Estados Unidos. Tudo parece correr de acordo com o plano, até que ela conhece o jovem bilionário Gideon Cross, o homem mais sexy que ela — e provavelmente qualquer outra pessoa — já viu. Gideon imediatamente se interessa por Eva, que faz tudo o que pode para resistir à tentação. Mas ele é lindo, forte, rico, bem-sucedido, poderoso e sempre consegue o que quer — e é claro que Eva acaba se entregando. Uma relação intensa começa. O sexo é incrível. Capaz de levar os dois a extremos a que jamais tinham chegado. E, então, eles se apaixonam — o que pode ser tanto a chave para um futuro feliz quanto a faísca que trará de volta os traumas do passado.

Antes de ler Toda sua ja tinha ouvido bastante que ele era muitooo parecido com Cinquenta Tons de Cinza, e então imaginava que seria quase idêntico!!!

O livro é o primeiro da série Crossfire e conta a história de Eva e Gideon. Ela uma mulher que acaba de se mudar para Nova Iorque, tendo um novo emprego, um novo apartamento. E no edifício que trabalha acaba conhecendo o bilionário Gideon Cross.

Gideon é lindo, poderoso e incapaz de manter um relacionamento. Cara problemático e cheio de traumas assim como Eva.

Eles acabam tendo uma relação bem complicada e tumultuada, com direito a muita paixão, sexo selvagem entre outras coisas.

Achei o começo do livro um pouco fantasioso demais. Um cara que você acha lindo e vê de vez em quando no elevador chega e te da uma intimada do gênero: Quero te $#@&… e você aceita?!!! ( eu que estou velha e ultrapassada ou as coisas que são rápidas demais no livro??)

O livro só não é igual a Cinquenta tons porque, Eva é mais decidida, esperta e descarada do que Anastásia. E tem um grande trauma em seu passado. E não vemos no livro quase nada de sadomasoquismo.

No começo fiquei um pouco reticente sobre continuar a ler essa história. Parecia uma cópia bem cara de pau da história de Christian Grey, mas conforme fui lendo vi que tem várias semelhanças e ao mesmo tempo muitas diferenças!

Toda sua é um livro muito mais quente. Tem cenas de sexo muito mais detalhadas e escrachadas. Mas ao mesmo tempo, achei a história fraca. E por que todo livro erótico sobre sexo tem que ter um monte de protagonistas problemáticos???

Olha gente, eu amei Cinquenta Tons de Cinza. Foi uma história única e diferente. Mas se todos os autores começarem a se basear no livro vai ficar chato, sem graça e sem uma boa história!!!

Já ouvi muitas pessoas dizerem que preferem Toda Sua à Cinquenta Tons. Mas eu ainda prefiro o original! E aí vai de opinião não é mesmo?!

A leitura é rápida, bem fluída e mesmo não achando tão bom assim, quis ler até o final. Espero que o segundo livro não seja outra “cópia” e tenha uma boa história com protagonistas mais maduros.

Boa leitura!!! 😉

Dê sua opinião!

RESENHA: CINQUENTA TONS MAIS ESCUROS- E. L. JAMES

“Assustada com os segredos obscuros do belo e atormentado Christian Grey, Ana Steele põe um ponto final em seu relacionamento com o jovem empresário e concentra-se em sua nova carreira, numa editora de livros. Mas o desejo por Grey domina cada pensamento de Ana e, quando ele propõe um novo acordo, ela não consegue resistir. Em pouco tempo, Ana descobre mais sobre o angustiante passado de seu amargurado e dominador parceiro do que jamais imaginou ser possível. Enquanto Christian tenta se livrar de seus demônios interiores, Ana se vê diante da decisão mais importante da sua vida.”

Cinquenta tons mais escuros começa com Anastásia tomando a decisão de ir embora e sair da vida de Christian Grey. Ela percebe que jamais irá conseguir aceitar o tipo de relacionamento que ele quer e que ele jamais á amará.

Ana fica em pura depressão sem Mr. Grey, e tenta continuar sua vida começando no novo emprego em uma editora.

Eu pensei que Ana seria um pouco mais firme em relação a voltar com Christian, mas depois de algumas insistências para vê-la, ela aceita voltar para ele. E ele por sua vez, aceita manter um relacionamento normal ( ou baunilha como ele fala ), sem contratos ou coisas do tipo. Tentando dar para ela um pouco mais de “corações e flores” que o habitual, e sendo mais carinhoso e compreensível. Deixando um pouco de lado sua esquisitice.

Mas ao decorrer da trama vemos mais o lado sombrio de Christian e como isso irá atrapalhar a relação dos dois. Ana fica mais insegura do que nunca, sabendo que ela jamais poderá dar o que ele quer!

O segundo livro esta mais hot também! Ana começa a aprender e descobrir muito mais coisas do universo obsceno de Grey.

Alguns personagens começam a ter mais destaque, como a Sra. Robinson, que tem crises de ciúmes como uma ex-namorada chata! E como se não bastasse, uma antiga submissa de Christian, Leila, começa a aparecer e infernizar a vida dos dois.

Eu gostei demaiss de Cinquenta tons mais escuros!! Você percebe que no segundo livro tem muito mais romantismo do que no primeiro. E mesmo contendo bastantes cenas de sexo e sacanagem, a história fica bastante equilibrada e muito mais gostosa de ler. E você fica curioso para saber o que levou nosso mocinho a ser um sadomasoquista! O que conforme você for lendo, descobrirá um pouco.

Vemos muito mais ação também por conta das ex’s namoradas de Christian e pelo chefe de Ana, que começa a investir em uma paquera um tanto inadequada.

Fiquei muito mais apaixonada por Christian Grey do que eu já era! Ele é tão perfeito! (tirando o ciúmes chato, é claro! )rs

Enfim, o livro tem um pouco de tudo; romance, sexo, drama…

Adorei!!! Espero que gostem também!!! 😉

 

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 178 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: